top of page

3 dores crônicas mais prevalentes no mundo



mulher com dor crônica no pescoço

A dor crônica é definida como uma dor que dura mais de três meses ou que persiste além do tempo esperado de cicatrização da lesão ou doença que a causou. Ela pode afetar qualquer parte do corpo e causar uma série de problemas físicos, emocionais e sociais.


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 30% da população mundial sofre de dor crônica. No Brasil, a prevalência é estimada em 36,9% na população com mais de 50 anos.


As dores crônicas mais prevalentes no mundo são:


1. Dor nas costas


A dor nas costas é a dor crônica mais comum no mundo. Ela afeta cerca de 80% das pessoas em algum momento da vida. A dor nas costas pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo:


·        Lesão na coluna vertebral

·        Artrite

·        Doença degenerativa do disco

·        Estresse

·        Má postura


A dor nas costas pode causar uma série de problemas físicos, incluindo:


·        Dificuldade para se mover

·        Alterações na postura

·        Dificuldade para dormir

·        Problemas psicológicos

 

2. Dor de cabeça


A dor de cabeça é outra dor crônica comum. Ela afeta cerca de 50% da população em algum momento da vida. A dor de cabeça pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo:


·        Tensão

·        Migrânea

·        Enxaqueca

·        Lesão na cabeça

·        Doenças subjacentes, como hipertensão, diabetes ou depressão


A dor de cabeça pode causar uma série de problemas físicos, incluindo:


·        Dificuldade para se concentrar

·        Fadiga

·        Problemas de humor

 

3. Dor nas articulações


A dor nas articulações é uma dor crônica que afeta as articulações do corpo. Ela pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo:


·        Artrite

·        Lesão articular

·        Doenças subjacentes, como gota ou lupus


A dor nas articulações pode causar uma série de problemas físicos, incluindo:


·        Dificuldade para se mover

·        Alterações na postura

·        Dificuldade para dormir

·        Problemas psicológicos

·        Tratamento para dor crônica

 

Os medicamentos para dor crônica podem ser divididos em duas categorias:


Analgésicos opioides: são medicamentos fortes que podem ser eficazes para controlar a dor intensa. No entanto, eles também podem causar efeitos colaterais graves, como dependência e overdose.


Analgésicos não opioides: são medicamentos mais leves que podem ser eficazes para controlar a dor moderada. Eles incluem medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como ibuprofeno e naproxeno, e medicamentos de ação central, como paracetamol e codeína.


A terapia física pode ser eficaz para ajudar a melhorar a função e reduzir a dor nas costas, nas articulações e em outros locais. A terapia física pode incluir exercícios, alongamentos e técnicas de relaxamento.


Impacto da dor crônica


A dor crônica pode ter um impacto significativo na vida das pessoas. Ela pode causar uma série de problemas físicos, emocionais e sociais, incluindo:


·        Dificuldade para trabalhar ou estudar

·        Problemas de relacionamento

·        Depressão e ansiedade

·        Isolamento social


A dor crônica também pode levar a gastos significativos com saúde. No Brasil, o custo estimado da dor crônica é de R$ 100 bilhões por ano.

Comments


bottom of page