top of page

Seus Hábitos Podem Estar Causando Suas Dores: Entenda a Relação com DTM e Bruxismo



Você já se perguntou por que está sentindo dores na mandíbula, cabeça ou pescoço? Muitas vezes, nossos hábitos diários podem ser os culpados por essas dores persistentes. A Disfunção Temporomandibular (DTM) e o bruxismo são condições comuns que podem ser exacerbadas por certos comportamentos cotidianos. Vamos explorar como esses hábitos podem estar afetando sua saúde bucal e bem-estar geral.


Compreendendo a Disfunção Temporomandibular (DTM): A DTM é um termo abrangente que engloba uma variedade de problemas relacionados à articulação temporomandibular (ATM) e aos músculos que controlam a mandíbula. Estresse, má postura, trauma físico e até mesmo hábitos de alimentação podem desencadear ou piorar a DTM. Os sintomas incluem dor na mandíbula, dificuldade para abrir ou fechar a boca, estalos ao abrir a boca e dores de cabeça.


O Papel do Bruxismo: O bruxismo é caracterizado pelo ranger ou apertar dos dentes, muitas vezes durante o sono. Este hábito inconsciente pode causar desgaste dos dentes, dores na mandíbula e nos músculos faciais, dores de cabeça e até mesmo danos às estruturas da ATM. Fatores como estresse, ansiedade, problemas de sono e má oclusão dentária podem contribuir para o bruxismo.


Hábitos que Podem Agravar a DTM e o Bruxismo:


  1. Estresse: O estresse excessivo pode levar ao apertamento dos músculos da mandíbula, aumentando o risco de DTM e bruxismo.

  2. Má Postura: Posturas inadequadas podem sobrecarregar os músculos do pescoço e da mandíbula, contribuindo para dores e disfunções.

  3. Mordedura de Lápis ou Unhas: Hábitos de morder lápis, canetas ou unhas podem exercer pressão adicional sobre os músculos da mandíbula.

  4. Má Alimentação: Alimentos difíceis de mastigar podem colocar pressão excessiva sobre a mandíbula, agravando a DTM.

Como Minimizar o Impacto dos Hábitos:


  • Praticar técnicas de relaxamento, como meditação e respiração profunda, para reduzir o estresse.

  • Adotar uma boa postura ao sentar, ficar em pé e dormir.

  • Usar uma placa de mordida durante a noite, recomendada por um dentista, para proteger os dentes do bruxismo.

  • Evitar morder objetos não alimentares, como lápis ou unhas.

  • Optar por uma dieta balanceada e evitar alimentos muito duros ou pegajosos.


Ao reconhecer e modificar hábitos que possam estar contribuindo para a DTM e o bruxismo, é possível reduzir significativamente o desconforto e melhorar a qualidade de vida.


6 visualizações0 comentário

댓글


bottom of page