top of page

Síndrome do Impacto no Ombro: Quais são suas causas e tratamentos?



A síndrome do impacto no ombro é uma condição dolorosa e debilitante que pode afetar significativamente a qualidade de vida. Ela é comumente causada por atividades que envolvem movimentos repetitivos acima da cabeça, como lançamento de bola em esportes de arremesso, pintura ou trabalhos manuais que envolvem levantar objetos pesados. Além disso, fatores anatômicos, como a forma do acromião, também podem desempenhar um papel importante no desenvolvimento da síndrome.


Quando não tratada adequadamente, a síndrome do impacto no ombro pode levar a complicações mais graves, como rupturas do manguito rotador ou degeneração do tecido tendinoso. Por isso, é crucial buscar tratamento assim que os sintomas surgirem, como dor persistente no ombro, fraqueza e dificuldade de movimentação.


O tratamento geralmente começa com medidas conservadoras, como fisioterapia para fortalecer os músculos ao redor do ombro e melhorar a estabilidade articular. Além disso, o uso de medicação anti-inflamatória e injeções de corticosteroides pode ajudar a aliviar a dor e reduzir a inflamação.


Em casos mais graves ou persistentes, pode ser necessária a intervenção cirúrgica para descomprimir o espaço subacromial e reparar danos aos tendões. No entanto, a maioria dos casos de síndrome do impacto no ombro responde bem ao tratamento conservador, especialmente quando combinado com mudanças no estilo de vida para evitar atividades que exacerbam os sintomas.


É importante lembrar que cada caso é único, e o tratamento ideal pode variar de pessoa para pessoa.

Portanto, é essencial consultar um profissional de saúde qualificado para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento individualizado.


Com o tratamento adequado, muitas pessoas conseguem aliviar a dor, restaurar a função do ombro e retomar suas atividades diárias com conforto e segurança.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page